RSS Feed

17 mil pessoas não ouvidas pelo CONAR

0

agosto 15, 2016 by Monica

Lamentamos a decisão do CONAR de arquivar o processo contra a campanha “Imposto Cresce, Crime Agradece”. Além de inúmeras reclamações feitas por consumidores ao CONAR, cerca de 17000 pessoas já se manifestaram contra a campanha em abaixo assinado na internet.

O Fórum Nacional contra a Pirataria e Ilegalidade, que tem entre seus associados duas das maiores indústrias de tabaco no Brasil, Souza Cruz e Phillip Morris, assina a campanha contra o aumento de preços e impostos dos cigarros, que foi veiculada no horário nobre da tevê. É uma clara tentativa de desinformar a população, colocando em cheque a medida mais eficaz para redução do consumo de cigarros, especialmente entre jovens e populações de menor renda: o aumento de preços e impostos. A ilegalidade deve ser combatida sem dúvida alguma, mas por meio de instrumento apropriado, como o Protocolo para eliminação do comércio ilegal de produtos de tabaco, que prevê uma série de medidas integradas para combate ao contrabando.

No dia 11 de agosto foi realizada a reunião que julgou as denúncias recebidas contra a propaganda veiculada desde maio. Apesar dos argumentos fortes e baseados em evidências apresentados pela ACT, que esteve presente ao evento, o órgão decidiu que não foram encontrados fundamentos para a manutenção das reclamações e arquivou o caso.Lembramos que na época que se discutiu a proibição da propaganda de cigarro, o CONAR foi um dos grandes opositores da medida. Foi-se um dos últimos suspiros de esperança de algum grau de efetividade deste órgão.

A ANVISA ainda pode se manifestar sobre o caso, assine a petição por meio do link:
https://www.change.org/p/anvisa-propaganda-sobre-cigarro-na-tv-retire-do-ar-o-an%C3%BAncio-da-ind%C3%BAstria-do-tabaco

Compartilhe!

0 comments »

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *