Saiba mais como ter uma alimentação saudável e adequada no Bate-papo Ponto Com

04.09.17 - EBC


EBC

 O Bate-papo Ponto Com desta segunda-feira (4) trouxe uma agenda com nove itens básicos para garantir o direito humano à alimentação adequada, e tudo isso através de uma aliança entre diversos profissionais, associações e entidades da sociedade civil.

Na opinião da diretora executiva da Aliança de Controle do Tabagismo (ACT) e Conselheira Nacional de Saúde, Paula Johns, a compra de um produto industrializado mais barato pode sair bem mais caro lá na frente. "O custo é relativo. Muitos produtos que compramos no mercado são artificialmente baratos. Eles não pagam o mal que causam a saúde das pessoas, ao meio ambiente e a exploração da mão de obra do agricultor. As pessoas precisam ter consciência disso", afirmou a convidada

Para a professora de Nutrição, da UERJ, Ana Carolina Feldenheimer, cada indivíduo deve saber de onde vem a sua comida. "Se cada um de nós comprarmos do pequeno agricultor ou valorizar a feira do seu bairro já é um passo para garantirmos uma alimentação mais saudável. Repensar a alimentação individualmente também é um ato muito importante." Explicou.

Ainda, por telefone, tivemos a participação da nutricionista do Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), Lais Amaral, que falou sobre a publicidade nos rótulos de alimentos e o seu impacto na vida dos consumidores.

Ouça o programa no player abaixo.


O Bate-papo Ponto Com vai ao ar de segunda a sexta-feira, às 10h, pela Rádio MEC AM Rio.

Se preferir, ouça também o programa, ao vivo, aqui no site da Rádio MEC AM. Curta a página da MEC AM no Facebook.



Link: http://bit.ly/AlimentaçãoRádio

EBC




VOLTAR



Campanhas



Faça parte

REDE PROMOÇÃO DA SAÚDE

Um dos objetivos da ACT é consolidar uma rede formada por representantes da sociedade civil interessados no controle do tabagismo, a fim de multiplicar a causa.


CADASTRE-SE